quinta-feira

SHERIDAN LE FANU

Tags

sheridan le fanu

Joseph Thomas Sheridan Le Fanu foi um escritor irlandês de contos góticos e romances de mistério. Ele foi o primeiro escritor de histórias de terror do século XIX e teve uma influência seminal sobre o desenvolvimento deste género na era vitoriana.

Vida


Le Fanu nasceu em Dublin numa família de literatos de origem huguenote. Entrou no Trinity College da cidade em 1833, onde se destacou academicamente. Começou a publicar relatos curtos na Dublin University Magazine em 1838. A partir de 1840 passou a ser dono de jornais como o Warden e o Dublin Evening Mail.

Em 1844 casou-se com Susanna Benett, com quem teve quatro filhos. O casamento passou por tempos economicamente difíceis, e a mulher faleceu em 1858 por causas desconhecidas. Le Fanu culpou-se a si mesmo pela morte da esposa, e passou muito tempo afastado da vida pública após o incidente. Entre 1853 e 1861 não publicou nenhuma obra.

Em 1861 Le Fanu passou a ser dono e editor da Dublin University Magazine, onde publicava suas histórias de maneira seriada. Mais tarde, essas histórias eram reunidas em livros. Le Fanu vendeu a Magazine em 1869 e morreu em Dublin em 1873.

Suas obras


Le Fanu escreveu em vários gêneros literários, mas é principalmente conhecido hoje por suas obras de mistério e horror. Entre suas obras principais figuram:

  • Uncle Silas (1864): considerada sua principal novela gótica.

  • In a Glass Darkly (1872): coleção de histórias curtas entituladas:

  • The Green Tea
  • The Familiar
  • Mr Justice Harbottle
  • The Room in the Dragon Volant
  • Carmilla: a personagem do título é uma vampira que ataca jovens mulheres, numa trama com conotações lésbicas. Teve grande influência em Bram Stoker, autor de Drácula (1897).