segunda-feira

POEMA GÓTICO PUXADO

Tags


gotica,gato,preto,solitaria

Eu tentei;
Tentei nadar até a superfície.
Mas fica difícil
Quando algo lhe puxa
De volta ao fundo,
Para a escuridão.
E por estar cansada
Deixei-me levar.
Porque não posso me salvar
De mim mesma.