quarta-feira

POESIA ASSASINOS DO AMOR

Tags


Todos os homens matam a coisa que eles amam:
Alguns com um olhar de ódio,
Outros com uma palavra carinhosa;
O covarde com um beijo
O homem valente com a espada.
Alguns matam seu amor quando jovem,
Outros quando são velhos,
Alguns afogam com as mãos da luxúria,
Outros com mãos de ouro;
O mais compassivos usam uma faca,
A faca mata sem morrer.
O amor para uns é muito curto,
E muito Longo para outros;
Alguns vendem e outros compram;
Alguns não sabem o que fazer com suas lágrimas,
Outros usam apenas um suspiro;
Por que todos os homens matam a coisa que aman,
Embora nem todos têm de morrer por ela.