terça-feira

POESIA GOTICA DONOS DO SILÊNCIO

Tags

passaros,preto,corvo,mortos,deserto


Elas são minhas vozes cantando
não cantá-las,
grismente amordaçada na parte da manhã,
desolados vestidos de pássaro na chuva.
Lá, esperando,

quebrar um rumor.


E lá, quando o dia acabar,
uma pequena partição do sol em pequenas partes preta.
sempre tem uma tribo de palavras mutiladas
requerentes de asilo na minha garganta
não cantá-las,
pois,são os donos do silêncio.