quarta-feira

VAMPIROS E SEUS CLÃS

Tags

vampiro com espada castelo sombrio lua cheia castlelo
Existem lendas sobre vampiros desde muito tempo, por volta de 125 d.C, quando uma das primeiras estórias ocorreu na Mitologia Grega.
Lendas de Vampiros originaram do Leste e fizeram sua trilha para o Oeste com caravanas junto com a rota de seda para o Mediterrâneo.

Daí elas se espalharam pelas terras Eslávicas e pelas Montanhas dos Cárpatos. O povo Eslávico tinha as mais ricas lendas sobre Vampiros no mundo. Elas eram mais relacionadas com os Iranianos, e migraram para onde estão agora por volta do 8o século. Quase tão logo quando elas chegaram, o processo de Cristianização começou e as lendas dos Vampiros sobreviveram como mitos.

Mais tarde os Ciganos migraram para o Oeste vindos da parte Norte da Índia (onde existia um bom número de mitos de Vampiros), e seus mitos se misturaram com aqueles do povo Eslávico que se encontrava lá. Os Ciganos chegaram à Transilvânia pouco antes de Vlad Drácula nascer, em 1431. O Vampiro aqui era o fantasma de um morto, o qual na maioria dos casos foi uma bruxa, mago ou um suicida.



Vampiros eram criaturas temidas, porque matavam pessoas, mas ao mesmo tempo tinham a aparência de uma pessoa; a única diferença era, que eles não tinham uma sombra, nem tinham reflexo em um espelho.Além disso, podiam transformar sua aparência em um morcego, o que fazia deles impossíveis de capturar. Durante o dia dormiam em caixões, mas à noite eles viviam para beber sangue humano e os raios de sol lhes eram mortais.

O lado mais forte dos Vampiros era, a sua quase imortalidade; somente alguns rituais podiam matá-los, como: Enfiar uma estaca em seus corações, decaptá-los ou queimar seus corpos. Este tipo de vampiro é também o tipo mais conhecido, especialmente o Conde Drácula de Bram Stoker é desse tipo.

Os ambientes de RPG também utilizaram a mítica dos vampiros para servir de base para a criação de personagens, regras, histórias e universos neste amplo mundo de criatividade e imaginação. A seguir, os clãs de Vampiros inspirados nas lendas e transportados para o universo dos jogos de RPG.



Toreadores


Esses vampiros são os que mais se assemelham com os humanos. Eles ainda mantêm viva sua paixão pela Arte mundana e valorizam muito sua humanidade. Em geral seus neófitos são abraçados por serem artistas natos, tanto faz se ele é um escritor. um pintor ou até mesmo um tatuador. O que importa para o clã é a arte que o novo Mambro possui dentro de si. Os Toreadores possuem muitos príncipes na Camarilla pelo fato de possuírem um Status imenso entre os Vampiros em geral. Eles também acompanham a moda dos mortais e suas festas são de surpreendente grandesa. Sua principal disciplina é a Presença e sua fraqueza é o fascínio pela beleza.



Tremere


Traição, cobiça e poder. Estes são os interesses deste clã de magos mentirosos (a Camarilla não aconselha o contato com este clã). Tremere foi um grande mago descendente da antiga ordem de Hermes. Sua capela se localizava na Romênia e todos os seus discípulos eram friamente fiéis a seu senhor, principalmente dois de seus servos: Goratrix e Etrius. Goratrix descobriu o refúgio de Salout (o antediluviano fundador do clã Salubri), praticou experiências com vampiros dos clãs Tzimscie e Nosferatu, trazendo o sangue vampiro para a capela central do clã. Como os tremere são "motos-vivos" e não podem usar mágica verdadeira (que necessita do avatar para serem realizadas), eles praticam a disciplina taumatúrgica através de rituais que é, nada mais nada menos que, a magia do sangue.




Ventrue



Os Ventrue são os chamados "Sangue Azul" pela Família, eles atribuem a si próprios a fundação da Camarilla e defendem suas leis acima de tudo, em sua maioria são empresários de renome e/ou controlam impérios fabulosos e dinheira às custas de fracos mortais que não são capazes de resistir à sua principal disciplina: A Dominação. A maioria dos príncipes da Camarilla são Ventrue, e seus Justicars são os mais respeitados por todos os Membros (até mesmo pelos Brujah).




Brujah


São os chamados Anarquistas pelo seu povo. Os Brujah defendem a liberdade acima de tudo. Seus ideais e costumes não são vistos com bons olhos pela Camarilla. Após a destruição de Cártago (a segunda cidade, dizem que foi Brujah öu Trolle"quem a idealizou para ser uma cópia da primeira cidade, destruída pelo dilúvio) atribuída aos Ventrue, o clã guarda um imenso ódio pelos "Sangue Azul", não perdendo a oportunidade de humilhar, e até matar, seus arquiinimigos dominadores. Sua principal disciplina é a Potência.






Malkavian

Os Malkavianos não possuem um grau elevado de raciocínio, ou melhor, seu raciocínio é bastante restrito. É aconselhável nunca tentar entender os pensamentos de um Malkaviano. Geralmente residem em hospícios ou sanatórios e possuem um dom chamado "Tempo Malkaviano", que permite com que diversos membros do clã se encontrem sem terem organizado nada com antecedência. Esses encontros raramente ocorrem. Diz a lenda que o próprio pai Caim amaldiçoou Malkav com a loucura. Motivo? Desconhecido. Eles usam o Auspício (auspex) como disciplina principal para brincar com a mente de suas vítimas.




Gangrel

Os Gangrel são aqueles vampiros calmos, mateiros, que apreciam a natureza e todo o seu esplendor (assemelhando-se bastante com os hábitos Lupinos). Não possuem refúgios próprios e dificilmente ficam em alguma cidade por um longo período. São nômades. Também são um dos clãs que mais se assemelha aos clássicos vampiros (alguns possuem a habilidade da transmutação, podendo adiquirir a forma de morcegos ou lobos). Seus costumes são extremamente parecidos com os do povo "Rom" (Ciganos). Dizem que os Gangrel podem até possuir alguma aliança com os Lupinos. Sua principal disciplina é a Metamorfose.




Nosferatu

São os rejeitados pelo mundo. Os Nosferatu possuem aparência assustadora, mas sua união é algo de muita grandeza. Eles retêm as maiores redes de informação de toda a Camarilla. Seu habitat natural são os subterrâneos da cidade, que eles conhecem como a palma de sua pobre mão. Por terem uma aparência repugnante, sua principal disciplina é a Ofuscação.