domingo

POESIA GOTICA PÉTALAS MURCHAS

Tags




Dead pétalas de rosas aos meus pés
Como o coração da minha existência
Entre a chuva que molha o meu corpo
Eu sinto o tormento da minha dor
Banhar meu rosto
Embora confuso com as minhas lágrimas
Entre pétalas de rosas murchas
Esse tipo de indústria que mantém
A flor do buquê de flores que é minha vida
Mas nas minhas mãos
É um galho quebrado pelo tempo
Seco para as memórias
E secou a minha própria existência

Eu me ajoelho e choro
Não!
Não!
Não é o que eu quero
Não é o que eu quero
Entre a chuva
Só quero esquecer
Que em algum momento
Da minha vida
Alguém me deu a oportunidade
Para ser feliz ...